24 de janeiro de 2011

Opa, não sou eu não.




Quantas vezes já não me pararam perguntando se sou uma tal de Carol das Letras ou irmã de alguém, ou mesmo esposa do ciclano? Eu conto umas tres vezes por semana....assim "você nunca foi à marte? juro que te vi por lá" ou "nossa vo
cê é a cara da Maria Rita" e parará. Deduzi após anos repetindo o balançar de cabeça, not not, que sou a típica pessoa comum. Tanam. Daí o fotógrafo canadense François Brunelle tem uma sacada genial. de fotografar 200 pares de figuras que são parecidissimas a e que não tem parentesco algum. Olha que bacana?




Um comentário:

Sentimental ♥ disse...

muito legal... gosto dessa coisa de ser comum, parecer alguém, poder ser outra pessoa. rs