28 de outubro de 2009

retalho

e Guimarães Rosa me cantou...

qualquer amor, já é um pouquinho de saúde
um descanso na loucura.


então serenei.

O Moleskine de Erika Kuhn





O trabalho dessa mexicana me encantou! Me lembrou um cado Tim Burton.
Ela também tem um blog!

27 de outubro de 2009

Lembrei do Terry



Terry Rodgers e suas cenas.

Eu voltei!!




Depois de quase ter morrido intoxicada por um camarão raivoso na Liberdade...tanam, voltei.
E hoje venho com música boa, um viva para Otis! ( atentem para as fantásticas dançarinas!uhu)

22 de outubro de 2009

canto do ninho

...casa.

Hoje a inspiração veio da Austrália!




O nome da fotografo é Paul Barbera, encontrei o site de um dos seus projetos, em que ele visita casas, escritórios, atelies de artistas em vários países e fotografa esses lugares cheios de peculiaridades. Já é o bastante pra gente passar um bom tempo navegando, mas pesquisando mais sobre Barbera descobri outro lindo trampo do cara, bastante sensível, chamado LOVE LOST. Esse já é de retatratos de moças lindas e detalhes, muitos detalhes.
Vale a pena conhecer!

O cara tem um blog também!!!

19 de outubro de 2009

Amar elo.



Precisa-se de Música...



aumenta o som ae....

Uma boa dose de Vintage!


Assim, numa dessas passadas rápidas de canais em pleno domingo, demos de cara com o programa Lugar Incomum apresentado pela Erika Mader e o tema do programa foi melhor possível. Principalmente para gloriosas tardes de domingo.
Nova York e o sexo, passeando pelo roteiro dos fetiches, sex shops, roupinhas de látex, BDSM nada novo e uma revista erótica. tanammmm é ai que queremos chegar!
A moça acompanhou um ensaio erótico para a Jacques Magazine, uma revista americana, novinha que vem com uma proposta diferente de publicações eróticas. Ainda não sei se a gente encontra por terrinhas tupiniquins, mas descobri o blog da revista e dá pra acompanhar alguns vídeos curtinhos como esse que linko aqui.

Sandy from Jacques Magazine on Vimeo.




Bem o interessante é que as fotografias são feitas em filme e o visual pelo que percebi é mesmo retrô, vintage lindo e chique. Adoro!!!!
Vai lá.

15 de outubro de 2009

Carta para uma querida amiga!



...Somos de pequenas delícias e eu coleciono algumas. Ao alcance dos dedos, carrego no bolso, nos lábios...entre meus cachos.
Coleciono palavras e recomendo....deleitosas a serem ditas num berro des-orientado, nos sussurros embreagantes, numa cantiga íntima. Tenho as minhas, queridas escolhidas no tato, toquei várias vezes suas texturas, experimentei seus sabores, assim declaradas em voz alta vira e mexe pelos cantos da casa, numa esquina da cidade, ao telefone enquanto choramingo saudades. É isso minha flor, uma das minhas delícias, uma enorme lista das palavras mais gostosas de dizer (incluindo palavrões cabeludos)....mas pra fechar esse depoimento que parece infantil, Neruda me costura com A Palavra dele...e eu te mando essa carta com o vento frio que passeia pelas ruas daqui.



Persigo algumas palavras ... São tão belas que quero colocá-las todas em meu poema ... Agarro-as no vôo, quando vão zumbindo, e capturo-as, limpo-as, aparo-as, preparo-me diante do prato, sinto-as cristalinas, vibrantes, ebúrneas, vegetais, oleosas, como frutas, como algas, como ágatas, como azeitonas ... E então as revolvo, agito-as, bebo-as, sugo-as, trituro-as, adorno-as, liberto-as ...

Gregory Crewdson



Tudo parece muito a pausa, uma átimo de segundo paralisado,uma cena interminável ,com personagens silenciosas, muito solitárias. Assim é o trabalho de Gregory Crewdson, nascido no Brooklyn em 1962, filho de um psicanalista, Gregory quando criança escutava escondido algumas consultas que seu pai dava em casa. Hoje mantem sua marca em muitos detalhes que se repetem nas produções, ícones milimetricamente estudados. Essa atmosfera onírica não se deve nada ao acaso, ruas molhadas, planos mais abertos e cheio de pequenos detalhes, uma sensação de desamparo, tudo é mesmo fruto de uma equipe de pelo menos 40 pessoas ( figurantes, produtores, assitentes... ) , que pode passar até alguns meses desde a ideia, passando pelo processo até a manipulação da imagem trabalhando em uma só fotografia.
Influenciado pela pintura de Hopper e fotografia de Arbus, Crewsdson é considerado um dos grandes nomes da fotografia artística contemporanea. Sua obra mistura ficção e realidade, bebendo da cultura visual americana e expondo a fragilidade do "Sonho Americano"

Particularmente me provoca uma tensão de ansiedade tão forte, que me pergunto muitas vezes "e agora, o que vai acontecer?"

Achei uma entrevista que ele deu aqui.


Atualizando.

Saiu a programação de domingo lá no StudioSP
tá no blog do Ale Youssef.

Preste atenção nesse camarada!




Nascido na China,Max Sauco que hoje vive na Rússia trabalha com um imaginário muito interessante e esquisito.

Ai o Tarantino!





Fechei minha quarta com uma boa dose de vingança, cambaleando entre as marcas do diretor, caricaturas, a trilha deliciosa e a desastralos que não se contia de emoção ao meu lado.
Uhu!

14 de outubro de 2009

13 de outubro de 2009

Faz-se Política.

Trip festival de política que acontece no Studio SP próximo dia 18. A inscrição é gratuita e basta acessar o site e cadastrar o RG.
Acho que vale a pena heim? Fiquei muito curiosa.


Para entender melhor tá tudo no site.


(hoje tô super agenda...)

retalho

preciso de emprego,
alguém ai me contrata?

fotografo e também sei fazer cafezinho.
oO

Bruno Marcello


[ bua ]


Esbarrei na Zupi e visitando o flickr do cara achei muita coisa foda, ele também tem um blog.

A INVENÇÃO DE UM MUNDO no Itaú Cultural..

Bernard Faucon


Uma dica pra quem está por sampa esses dias, começa amanhã um ciclo de debates e palestras com grandes nomes do pensamento sobre fotografia contemporânea e arte. Além das palestras que serão abertas ao público ( com a retirada dos ingressos meia hora antes do evento) o Itaú também traz a mostra com Joan Fontcuberta, Joel-Peter Witkin, ORLAN, Duane Michals, Sarah Moon, Christian Boltanski, Valerie Belin, Pierre e Gilles, Bernard Faucon, Martial Cherrier entre outros.Aqui segue a programção das palestras e para saber mais é só vir aqui ó.

SEMINÁRIO INTERNACIONAL “As invenções da Fotografia Contemporânea” – 14 a 17 out
Distribuição de senhas com meia hora de antecedência – entrada gratuita

4ªfeira – 14 out
Relato Joan Fontcuberta
Horário: 17h30 às 19h30
Sala Itaú Cultural
Tradução simultânea: espanhol

5ª feira – 15 out
Mesa 1
18h30 às 20h30
Francês: Serge Tisseron
Brasileiro: Ronaldo Entler
Sala Itaú Cultural
Tradução simultânea: francês
6ª feira – 16 out
Mesa 2
19h30 às 21h30
Francês: François Soulages
Brasileiro: Rubens Fernandes Júnior
Sala Itaú Cultural
Tradução simultânea: francês
sábado – 17 out
Relato Joel-Peter Witkin
Horário: 10h30 às 13h
Sala Vermelha
Tradução simultânea: inglês

Conversa c/ curador Eder Chiodetto (Núcleo Educação Cultural)
Horário: 15h às 18h
Sala Vermelha
Tradução simultânea: francês

8 de outubro de 2009

6 de outubro de 2009

ROSARIO para nossa terça

O tempo que vira, e cai mundo d'água, e sou redemoinho.
Eparre!!!!

Maaaas, mesmo com esse humor todo estranho, esbarrei no link da Rosario aqui nos faves, bom lugar pra passear...algumas divertidas!!!! Faz bem amainar essas agonias com boa música (essa no meu caso), boa leitura e foto, foto e foto. Desde que essas nao sejam as minhas....ando enjoada de mim.

selfs de Green Olive Mama



Claro que lembrei da Cindy Shermam ( e prefiro o trabalho dela) mas os auto retratos de Olive sao deliciosos, pendendo na marioria das vezes pra sensualidade de corpo.

retalho

Maria ficava enjoada com ao ver buracos no chão. Aqueles buracos no asfalto, tão estúpidos,traiçoeiros. Foi porque caiu num poço ainda criança, tinha 4, o pai disse: cuidado e ela já tinha despencado, no buraco fundo, acabou-se o mundo!
Foi um quase sussurrado, sem força pelo susto....um choro miúdo de que a esquecessem ali, na terra vermelha que cheirava a molhado!

Não esqueceram não, mas ela nunca mais sarou!
Ah Maria!!!

5 de outubro de 2009

pra de manha dar açucar.

....E deixar que me bebesse
e deixar que me esfaquiasse
ou com seus ferros e flores
pintasse que se bordasse....

(Reynaldo Jardim)

2 de outubro de 2009

Pasero!



Edoardo Pasero.

adoro italianos!!!!

retalho.

...na verdade a vontade era a de arrancar suas calças, ignorar toda aquela gente baforando na sala e te atacar na escada. Mesmo.

Oba!


Dormi no ponto e perdi o lançamento da Zupi Erotika aqui em sampa, mas vou hoje comprar a minha. Já tão desejada a primeira edição traz Shiko ( começando pela capa deliciosa), Provocações Literárias da Eroti-Cidades, e outros tantos colaboradores recheando as 104 páginas da revista.
Se as edições da Zupi já são obrigatórias para gente de bom gosto e antenada para os novos talentos a Zupi Erotika então é simplesmente tudo o que eu bem quero e agora. Fica a dica.

taí, visite o site pra saber mais!!!