28 de outubro de 2011

Novo HQ na estante.







Ganhei Bordados da Marjane Satrapi, quadrinista iraniana ( a primeira iraniana a publicar um hq) autora da autobiografia Persepolis( recomendo também o filme). Em Bordados, Marjane reune em torno do Samovar ( bule de chá iraniano)  mulheres de sua família e amigas da família, em típicas conversas dessa confraria que vai da avó até a jovem Marjane. Na sociedade iraniana "bordado" é o nome que se dá a cirurgia de reconstituição do hímen, cirurgia comum no país, feita por mulheres que não abrem mão de sua vida sexual antes do casamento.Falam de amores, relacionamento e sexo e as diferenças entre as gerações retratadas ali. Numa das críticas feitas pelo Time Out London  li o termo "sex and the city iraniano", no lo se, mas algo me diz que há mais poesia ai heim? Confessando que sou uma fã de Satrapi só me resta ler mais um de seus deliciosos livros autobiográficos.Depois conto o que achei, mas de antemão recomendo Frango com Ameixas também. 


Um comentário:

piterlug disse...

Piterlug comenta que é um caso raro para uma mulher gerar 4 filhos e não ver, nem tocar a sexualidade oposta. Sim eu já ouvi história parecida.Gostei dos seus conteúdos.
Cheguei ate´ este blog verificando os meus cokiees e resolvi dar uma olhadela no blog zengzung.grato pela hospitalidade.Boa Sorte.